quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Vai Leo Gago, Vem Emerson!!!

A transferência do volante Léo Gago ao Grêmio, confirmada na tarde desta quarta-feira (28)  pela Superintendência de Futebol do Coxa, trouxe uma outra notícia ainda não conhecida pela nação alviverde. No acerto entre as duas equipes, o meia Emerson, de 19 anos, uma das promessas da nova geração gaúcha, agora faz parte do elenco coritibano. A negociação foi concluída pelo esforço de ambas as equipes e do empresário de Emerson, Jorge Machado.
Aos 19 anos, o meia, que também atua com segurança como segundo volante, teve seus primeiros momentos de formação no Internacional. Com pouco tempo no Beira Rio, foi transferido para o Juventude, de onde saiu para o Grêmio, equipe na qual fez grande parte de sua formação, foi artilheiro do time em uma de suas participações na Copa São Paulo.
O garoto teve, recentemente, grandes momentos nas suas duas ultimas participações nas Seleções Brasileiras de Base. Em competições no Brasil e no Japão, nas quais foi campeão, marcou três gols e pôde viver a experiência da responsabilidade de vestir a camisa verde e amarela.
De acordo com Machado, que acompanha a carreira do atleta de perto, “suas participações na Seleção são sempre muito elogiadas e é normal vê-lo com a braçadeira de capitão. É uma motivação trabalhar com o garoto assim e tenho certeza que ele será muito importante para o Coritiba e também a camisa do Coritiba será muito importante para ele”, disse o empresário.
“Desde que conversei o  Felipe Ximenes pela primeira vez, quando tratamos a negociação de outros atletas, percebi que existe uma seriedade muito grande nos projetos do Coritiba e temos uma aproximação de ideias enorme. Essas razões certamente ajudam na parcerias”, diz Machado, revelando a presença de outros projetos com o Coxa.
“Quando houve a possibilidade de termos o Emerson no nosso elenco fizemos um garimpagem, mas já sabíamos de algumas de suas qualidades. Sua versatilidade, por exemplo,  pois joga como meia e também como segundo volante, e o fato de ser destaque nas seleções brasileiras de base”, resume Felipe Ximenes, superintendente de futebol do Coritiba.
Nome: Emerson Gustavo Pinto dos Santos
Nascimento: 27/02/1992
Peso:  74kg
Altura: 1,80m

Maranhao Volta!!!

O lateral-direito Maranhão está de volta ao Coritiba. Após ter sido emprestado pelo Santos nesta temporada, ele havia voltado para a Vila Belmiro ao fim do contrato. Agora, retorna ao clube paranaense, como compensação para que os coxas-brancas facilitem a liberação do lateral-direito Jonas ao próprio Santos. A negociação foi anunciada ontem.
 “O Maranhão fica no Coritiba por mais um ano. Foi reemprestado como uma condição da liberação do Jonas”, disse o presidente santista Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, ao UOL. Para ceder Jonas, o Coritiba ficou com Maranhão por mais uma temporada, ganhou 30% dos direitos econômicos deste lateral e ainda recebeu R$ 900 mil – e ainda segurou 30% dos direitos de Jonas. 
Tanto Jonas quanto Maranhão chegaram ao Coritiba em 2011. Por opção do técnico Marcelo Oliveira, Jonas se firmou como titular, por dar mais ênfase na marcação. Atuou 63 vezes com titular e uma como substituto, marcando 3 gols. Maranhão, considerado mais ofensivo, ficou na reserva, mas atuou em 19 partidas no ano (8 como titular e 11 como substituto) e anotou dois gols. 
Da base titular do Coritiba em 2011, Jonas é a quarta baixa. As outras são os volantes Léo Gago (apresentou-se ontem ao Grêmio) e Leandro Donizete (Atlético-MG) e o atacante Bill (devolvido ao Corinthians). Mas o clube ainda pode ficar sem o atacante Marcos Aurélio (o empresário dele quer levá-lo para o futebol do Qatar ou para o Cruzeiro), o meia Davi (que não renovou contrato) e o zagueiro Jéci (que tem proposta do Kawasaki Frontale, do Japão).
Ciente de que perderia no mínimo um dos dois laterais direitos– chegou a correr o risco de ver os dois saírem –, o Coritiba havia trazido Jackson, do Boa Esporte, para a posição. Os outros reforços confirmados para 2012 são os volantes Junior Urso e Lima, os meias Lincoln e Renan Oliveira e o atacante Marcel, que está treinando no clube desde agosto e ansioso para poder jogar, algo que só vai ocorrer no próximo ano.


FONTE:

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Agora e Oficial!!!

Fifa diz que nao sera obrigatorio o aluguel do Couto ao A-Paranaense.

Comente....

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Novo estádio para o Coxa


O novo estádio do Coritiba já está no papel. Há uma grande chance de sair no Pinheirão. Tudo foi costurado. É uma negociação que dará benefícios ao Coritiba e à Federação. A FPF pagaria suas dívidas e teria uma nova sede. O Coritiba cederia o Couto Pereira e teria, no futuro, um complexo de shopping e centro comercial, uma sede no Alto da Glória. Além é claro de um estádio moderno e confortavel. Quando a nova diretoria assumir haverá o anúncio. Aguarde. Até o nome do já foi escolhido: Estádio Couto Pereira.


Por Fernando Gomes
Fonte:

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Torcedor do Coritiba é morto a facadas por atleticanos na região metropolitana da capital

Um torcedor do Coritiba de 17 anos foi morto pelo simples fato de trajar a camisa do clube do coração. O crime aconteceu na noite deste domingo (4), muito tempo depois do fim do Atletiba histórico que terminou com o rebaixamente do Atlético Paranaense para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.
O crime aconteceu na Vila Fuck, município de Piraquara, região metropolitana de Curitba. Indivíduos, com camisas do Atlético, partiram para cima de Jackson Proença de Souza. Esfaqueado, o adolescente foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
Rafaela Lopes de Almeida, amiga do adolescente, garantiu que Jackson foi assassinado porque usava uma camisa do Coritiba. “Foi morto sem chance de reação. Os assassinos estavam com a camiseta do Atlético; foram cruéis”, disse.
O torcedor alviverde foi encaminhado ao Hospital Municipal, próximo ao terminal de ônibus da cidade. De acordo com informações, repassadas à reportagem Banda B, funcionários da casa hospitalar não quiseram sequer avaliar o estado de saúde da vítima.
Segundo familiares, o garoto ainda estava vivo. Jackson morreu na porta do hospital. A enfemeira-chefe alegou que não havia médico para o atendimento. Estela de Andrade, que é moradora da região, criticou duramente o hospital. “Este hospital é uma vergonha, direto morre gente ai. Esse garoto poderia ter sobrevivido. Morreu por omissão de socorro”, desabafou.
Os autores do assassinato não foram identificados. A Polícia Militar não quis comentar o caso.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Vaga na Libertadores seria prêmio por bom ano do Coritiba, diz Loffredo

 A decisão de realizar clássicos regionais na última rodada do Campeonato Brasileiro pode dar um gosto diferente nos torcedores. Além da possibilidade de tirar o título do rival, como pode acontecer em São Paulo ou Rio de Janeiro, existe a chance de rebaixar o maior oponente. No Paraná, o Coritiba luta por uma vaga na Libertadores, mas para isso se confirmar sem depender de outros resultados terá que vencer o Atlético-PR , o que levaria o Furacão para a Série B.
Com 57 pontos, o Coxa depende somente de si para garantir uma vaga na competição sul-americana, enquanto o Atlético-PR, com 38 pontos na 18ª colocação, tem que vencer e torcer por um tropeço do Cruzeiro. Para o jornalista André Loffredo, a vaga na Libertadores será um prêmio para o Coritiba pela temporada que a equipe fez.
- A situação do Atlético-PR não é esperada, mas pelo o que fez o time, é merecida. Assim como é muito merecido se o Coritiba for a Libertadores. É um bom time e jogou bem o ano todo, por isso eu acho que é candidato a vaga na Libertadores - ressaltou o comentarista no"Troca de Passes" deste sábado.
Situação semelhante vivem as equipes de Minas. Apesar do Atlético-MG não lutar por uma vaga na Libertadores, a equipe pode rebaixar o Cruzeiro, que está na 16ª colocação. Uma derrota para o Galo e uma vitória do Ceará ou do Furacão levaria a Raposa para a segundona.
No entanto, o jornalista Marcos Guiotti acredita que o cruzeiro está na situação mais tranquila das equipes que lutam pelo rebaixamento, já que mesmo perdendo pode continuar na Série A.
- Dos três times que podem ser rebaixados, a melhor situação é do Cruzeiro. A única missão difícil é vencer uma equipe que está melhor do que ele e despreocupado. Agora, o Cruzeiro pode perder e não cair, o que eu acho que deve acontecer. A missão do Atlético-PR é mais difícil, e a do Ceará também. Poderemos ter um time escapando do rebaixamento com 40 pontos - concluiu.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011